Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

Como o casamento civil está, já hoje, nos antípodas do Matrimónio, parece pouco acrescentar se este passa a admitir a união de duas pessoas do mesmo sexo, ou mesmo de três ou quatro. Homossexualidade e poligamia - havemos de lá chegar - serão apenas mais uma confirmação de que, desde a introdução do divórcio, a noção do Estado nesta matéria entrou em ruptura directa e definitiva com a visão católica. Os prelados que ainda reclamam querer esclarecer a opinião pública sobre algo de importância civilizacional e a preservar, esquecem-se que o problema não é de agora e que o comboio descarrilou há muito...

 

Mas face a isto, os católicos vêem-se num grave dilema. Porque se o contrato reconhecido pela República não corresponde, na sua essência, à moral cristã sobre a união humana com vista à família, passando antes a promover a legalização da imoralidade (indivíduos que se unem com finalidades que ofendem a Deus e induzem o homem à perda de consciência do mal cometido), será bom que os católicos estejam inscritos neste enquadramento jurídico?

 

Atendendo ao que está em questão, e arriscando ser polémico, penso que o mais correcto seria que os católicos cessassem o contrato que têm diante do Estado ou, ao celebrarem o Matrimónio, pedissem que o assento paroquial não fosse transcrito para o registo. É certo que a letra da Concordata prevê que aqueles que se casam pelas leis canónicas sejam "obrigados" a não dissolver o contrato civil, seguindo a Doutrina. Mas o facto é que os divórcios civis repetem-se entre os que fazem os votos nas Igrejas, em nada comprometendo a validade sacramental.

 

Trata-se, a meu ver, de não alimentar uma instituição que se tornou contrária à Fé.


Tags:

publicado por Afonso Miguel às 21:18 | link do post | comentar

4 comentários:
De Leiria a 19 de Novembro de 2009 às 00:05
http://www.correiomanha.pt/Enviar.aspx?channelid=00000090-0000-0000-0000-000000000090&contentid=FACBB8C6-FDA9-4C65-BFB9-52235503E458:

"O constitucionalista Paulo Otero acrescentou que se o casamento entre homossexuais for aprovado sem referendo os católicos devem exigir um regime de diferenciação: matrimónio católico."

O que vem, no fundo, ao encontro do que o Afonso defende [ou melhor, defende não só mesmo que venha a ser aprovado com referendo (o que, a acontecer, será o caso), mas desde já, certo?]


De Afonso Miguel a 19 de Novembro de 2009 às 00:47

Meu caro,

O que quero dizer com este post é que o casamento civil é uma instituição ao sabor da vontade, não da moral. Essa vontade tem-lhe introduzindo alterações que modificam o seu significado, pela substituição ou acrescento das finalidades a que se destina. Ora, esta é, já desde o divórcio, visivelmente contrária à noção cristã de matrimónio, contradizendo-a e admitindo imoralidades como direitos. Por isso, a incompatibilidade do sacramento católico com a posição assumida pelo registo civil deve ser ponderada, tendo em vista analisar se faz sentido e não ofende a Deus que os cristãos estejam enquadrados juridicamente como casados perante o Estado. No meu entender, e a manter-se tudo como está - agravando-se ainda mais no futuro - não faz sentido.

Cumpts


De Maria da Fonte a 21 de Novembro de 2009 às 17:50

Essa decisão deveria ser imediata, já que o tempo escasseia.
Nesta questão, e  em todas as outras em  que exista  conflito.

Maria da Fonte


De emprestimo a 28 de Janeiro de 2011 às 19:07
Adoooreiii o blog!!! bjos!!


Maria Cecilia


Comentar post

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS