Domingo, 16 de Agosto de 2009

Brilhante post de Filipe Nunes Vicente, publicado no Mar Salgado, que descreve sucintamente a aberrante visão do progresso civilizacional do mundo moderno:

 

O Max foi viver com o João. Adoptaram uma criança, o Martim, com um ano de idade. Passado um par de anos, o Max conheceu o Tiago e deixou o João. Divorciaram-se e escolheram a guarda conjunta do pequeno Martim. Entretanto o João arranjou a sua vida e casou-se com o Pierre.
Hoje em dia, o pequeno Martim divide o seu tempo entre a casa do Max e do Tiago e a do João e do Pierre. Tem quatro pais ( dois adoptivos e dois padrastos) e nenhuma mãe.
Esta situação é , para alguns, sinónimo de "progresso civilizacional".

 

É ideologia progressista no seu melhor.


Tags:

publicado por Afonso Miguel às 01:46 | link do post | comentar

1 comentário:
De Zorro a 16 de Agosto de 2009 às 08:31
"Quatro pais"?!?!?!?

Não podemos deixar que palavra PAI seja pervertida!

O que o pobre do martim teria era 4 panascas à sua volta!

A Bem da Verdade!


Comentar post

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS