Segunda-feira, 27 de Abril de 2009
Eu não sou nenhum marialva. Longe disso. Mas quando se liberaliza a matança da vida intra-uterina e, ao mesmo tempo, se promove a proibição localizada de touradas - em nome de um suposto conjunto de direitos animais, de progresso e de civilização - temos o mundo ao contrário!


publicado por Afonso Miguel às 21:41 | link do post | comentar

10 comentários:
De Magdalia a 27 de Abril de 2009 às 22:05
A incoerência dessa gente é enorme, de facto...

Mas que conste: eu sou totalmente contra as touradas. Acho uma barbaridade, pagar para ver um espectáculo sanguinário e cruel.


De Afonso Miguel a 27 de Abril de 2009 às 22:08
Nisso não estamos de acordo. Não sou marialva, mas gosto de uma boa tourada.


De Anónimo a 27 de Abril de 2009 às 22:28
De facto... É pior aniquilar células do que por um animal durante uma hora em sofrimento. O mundo está efectivamente ao contrário... São pessoas como vocês que assim o põem.


De Afonso Miguel a 27 de Abril de 2009 às 22:32
Se não atribui qualquer valor a esse conjunto de células, que você também é, temos pena. E eu que pensava que eram "ratinhos"...


De Paulinho a 27 de Abril de 2009 às 23:42
Eu gosto de células, de animais, de ratinhos e de ratinhas. Acho que todos têm a sua dignidade e merecem viver sem sofrimento.


De Sanxeri a 28 de Abril de 2009 às 08:41
A incoerência é grande mas ao menos estão a fazer alguma coisinha em prol dos animais. :)


De JSarto a 28 de Abril de 2009 às 10:28
Todos nós os que aqui escrevemos já fomos esse conjunto de células, isto é, seres humanos inocentes e indefesos no seio do ventre materno...

A incoerência deste pessoal, amigo do animais (irracionais), mas inimigo do homem (e da água e do sabão...) é de facto enorme. Nunca gostei de corridas de touros e nunca assisti a uma corrida numa praça de touros, mas apenas a uma tourada à corda na Ilha Terceira, a qual nada tem a ver com as lides tradicionais. Todavia, o comportamento irritante desta tropa dos amigos dos animais, que tem como guru um mentecapto chamado Peter Singer, faz-me sentir, de facto, alguma simpatia pelos aficionados.


De João Cadete a 28 de Abril de 2009 às 18:58
Os animais não têm direitos. Nós é que temos deveres e um deles é respeitá-los como seres vivos que fazem parte da natureza.

Defender os animais e respeitá-los não é por nenhum "direito" que eles têm, mas por dever nosso.

Infelizmente, protege-se muito os animaizinhos, quase que se revoluciona o mundo para proteger os seus supostos "direitos", mas para matar seres humanos é num instantinho.

Nem é preciso pensar muito para perceber a estupidez de defenderem o aborto e condenarem a matança de touros...mas esta gente assassina abortista não gosta, pensar faz-lhes calos no cérebro...


De Magdalia a 28 de Abril de 2009 às 21:17
Sim meus amigos, vocês têm toda a razão. Claro que a incoerência é grande.

Mas...

Não será também grande a incoerência de quem é cristão, católico, e alegra-se com o sofrimento dos animais?

Sem querer ofender ou desrespeitar ninguém, muito longe de mim, mas eu acho as touradas uma coisa horrível, cruel, desumana, bárbara... sanguinária! E indigna de cristãos... e de uma civilização evoluida...

Não consigo conceber deliciar-me a ver um animal a ser massacrado, ali a sofrer...

Não porque ele tenha direitos, (claro que não é um sujeito de direitos), mas porque temos deveres para com eles, porque são criaturas de Deus, seres vivos que nos merecem respeito.

Sou muito sensível à dor, mesmo dos touros...

Custa-me a perceber como é que alguém se compraz no sofrimento, mesmo sendo de um animal...

Um abraço a todos!


De Dylan a 6 de Maio de 2009 às 00:19
"Touradas deprimentes"

É asqueroso ver como o "lobby" tauromáquico se movimenta em Portugal. Já não bastava o "serviço público" da RTP oferecer este espectáculo retrógrado, também a TVI, e agora mais recentemente a SIC, associam-se a estas lides degradantes e cobardes. De facto, ninguém duvida de que o Homem consegue ser superior a qualquer animal ao usar as suas armas. Hilariante seria ver o toureiro nu em frente ao touro numa arena! Este enorme mamífero, ao ter sistema nervoso central, tem capacidade para sentir dor, ansiedade, medo e sofrimento. Infelizmente existem pessoas que enriquecem com o sangue derramado de outrem – são os patrocinadores - acotovelam-se para colocarem os seus reclames nestes anfiteatros. Outros falam em nome dos costumes ignorando que as tradições nunca se deveriam sobrepor á prática de valores nobres e dignos. Como disse Gandhi, "a grandeza de uma nação pode ser julgada pela forma como os seus animais são tratados". Já agora, a ablação feminina também não é uma tradição?

http://dylans.blogs.sapo.pt/


Comentar post

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS