Terça-feira, 21 de Abril de 2009
A Santa Sé e a Fraternidade Sacerdotal de S. Pio X chegaram a acordo quanto aos termos em que decorrerá a discussão sobre a Doutrina Católica entre as duas partes, na sequência do levantamento das ex-comunhões. Segundo Monsenhor Williamson escreve no seu Dinoscopus, acontecerá por escrito e não será tornada pública.

Contudo, Williamson revela algumas reservas, com as quais concordo por inteiro:
The problem for these discussions is that, objectively speaking, as on either side there may be some reluctance to admit, we are in the presence of an irreconcilable clash between the religion of God and the religion of man. Vatican II mixed the two together, which was too much of the religion of man by half. Let us then say that Benedict XVI wishes to combine Vatican II with Catholic Tradition. That is still too much of the religion of man by a quarter. Let us now suppose that the SSPX and Benedict XVI were to agree to come half-way towards each other. That would still represent one eighth of the religion of man mixed with seven eighths of the religion of God, which for the purposes of Almighty God would still be one eighth too much.

For just as it takes a disproportionately small amount of water mixed with a tank full of gasoline (or petrol) to stop a car engine dead, so it takes only a small admixture of idolatry to stop dead the true religion of God. The Lord God Himself tells us that He is a jealous God (Exod. XX, 5; etc.), and will not endure any false gods beside Him. To anybody in the SSPX who might be tempted to worship with the neo-modernists, as to any neo-modernist who might wish to share worship with the Catholics, the Old Testament prophet Elias would say as he said to the hesitating Israelites, "How long do you halt between the two sides ? If the Lord be God, follow Him: but if Baal, then follow him." Scripture (III Kings, XVIII, 21) then says, "The people did not answer him a word".

Subjectively, the Israelites wanted to have it both ways. Objectively, that was impossible. For ourselves too. Kyrie Eleison.
Vale a pena reflectir.

Tags:

publicado por Afonso Miguel às 19:49 | link do post | comentar

2 comentários:
De Magdalia a 21 de Abril de 2009 às 22:28
Rezemos para que seja feito o melhor para a Igreja, para a santificação e salvação das almas, para edificação de todos os fiéis e para a Tradição e combate católicos.

A Fraternidade não pode cair nos erros modernistas que sempre condenou; mas também não pode cair no sedevacantismo ou no cisma propriamente dito. Roma é sempre a nossa casa.

Mantenho, juntamente com outros, que o estado de necessidade deu-se porque Dom Lefebvre via aproximar-se a sua morte e precisava de bispos para perpetuar o sacerdócio católico.

Na minha opinião, a crise na Igreja (e não da Igreja porque esta não pode entrar em crise, sendo indefectível) não justifica o estado de necessidade. Ou, por outras palavras, o estado de necessidade não pode ser invocado para a Fraternidade se continuar a manter fechada num casulo, sem situação canónica regular e longe de Roma.


De Afonso Miguel a 21 de Abril de 2009 às 22:35
Concordo, Magdalia. A FSSPX necessita da comunhão com Roma e, sobretudo, Roma precisa do diálogo e da discussão que a Fraternidade pode e certamente vai proporcionar. Precisa do depósito da Tradição que a FSSPX soube ser, como arca que guarda preciso tesouro abandonado.

Mas há um perigo: a Fraternidade não pode abdicar das posições que defende por esta ou aquela conveniência. A discussão da Doutrina não pode significar uma negociação, mas um esclarecimento. É isto que Monsenhor Williamson também teme, que haja negociação, o que, inevitavelmente, levará a um render de armas de parte a parte. Ora, da parte da FSSPX isso não pode acontecer...


Comentar post

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS