Domingo, 6 de Janeiro de 2013

Este espaço avança para mais um aniversário de pasquinada reaccionária e a reflexão sobre o futuro da postagem impõe-se com alguma inevitabilidade. A blogosfera, para além de moribunda, tornou-se cruelmente selectiva, o que arruína qualquer esperança a um escriba inconstante, inconsistente, meio incompetente e, enfim, visivelmente medíocre, como é o caso. Não se encontram por aqui conteúdos que, quaisquer que sejam as matérias de interesse para o leitor, constituam para ele motivo de visita constante, atenta e participativa. A periodicidade intermitente da publicação e a ausência de especialização temática também não ajudam.

 

Que devo então fazer da Tribuna? Valerá a pena continua-la como repositório de algo que só ao autor serve? Valerá a pena a presunção de que um ou dois desocupados ainda se preocupam com o que aqui é dito ou aqui procuram algo merecedor do tempo despendido? A verdade é que não sei como nem porquê continuar esta espécie de (auto)apostolado que iniciei há já bem mais de quatro anos. Que faço eu aqui?


Tags:

publicado por Afonso Miguel às 21:46 | link do post | comentar

3 comentários:
De Francisco Cabral de Moncada a 7 de Janeiro de 2013 às 20:49
O que faz o Afonso Miguel aí?
Faz o que fazem as tochas e os faróis - alumiam.
Alumiam um certo caminho. Um caminho sem tabuletas, pedregoso e árido, perigoso, aparentemente sem fim. Mas é o único que vale a pena. Quem se propõe percorrê-lo precisa de algumas luzes ao longo dele, aqui e além. Este blogue é uma dessas raras luzes, no nosso país: brilhante ou modesta, não é isso o mais importante - o existir, para que possa servir alguém, é o que conta afinal.
Um pobre caminhante,
Francisco Cabral de Moncada


De Manuel Marques Pinto de Rezende a 8 de Janeiro de 2013 às 14:31
Filhos de Ramires não desistem.


De José Almeida a 30 de Janeiro de 2013 às 23:21
Afonso Miguel não desista! Muita força para continuar o trabalho começado...A desistência não é o caminho. Bem sei que é fácil falar, mas com a ajuda de Deus, conseguirá superar este estado de indefinição!
Em Portugal, bem precisamos de bloggers  que nos falem da Igreja e sobretudo que defendam a Santa Missa no Rito Extraordinário...tão rejeitada pelo nosso clero!
Abraço em Cristo!


Comentar post

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS