Domingo, 28 de Novembro de 2010

Posição do distrito alemão da FSSPX, no dia 23 de Novembro (tradução via Fratres in Unum):

 

«Quanto à questão dos preservativos:

 

As declarações do Papa foram distorcidas pela imprensa. No entanto, elas foram  infelizes. Suas palavras podem ser comparadas a um conselho dado a um ladrão assassino, para que no futuro se limite a roubar. Apesar disso, não se pode deduzir desse conselho, que o roubo seria permitido em alguns casos. Agora as palavras do Papa serão interpretadas dessa maneira. No entanto, o Pontífice deveria estar ciente que não se pode esperar que o público mundial faça tais distinções sutis e acadêmicas em temas tão sensíveis. Infelizmente, ele não fez a distinção entre a tolerância de um mal e a sua justificação. Isso necessariamente conduz a generalizações. A este respeito, devido a sua formulação, o Papa também é responsável pelo enorme frenesi da mídia, que fala até mesmo numa reviravolta na moral.»


Tags:

publicado por Afonso Miguel às 20:01 | link do post | comentar

escudo_ASC
facebook-button twitter-button
Posts recentes

!

comentários recentes
Afonso Miguel não desista! Muita força para contin...
Filhos de Ramires não desistem.
O que faz o Afonso Miguel aí? Faz o que fazem as t...
A propósito de "trendy"...http://www.youtube.com/w...
Reduzir a despesa do Estado - as famosas gorduras ...
As Missas ordinárias que passam na TV são bem o es...
Estas Missas televisionadas de Domingo são um autê...
Ora nem mais. Adivinhaste o meu pensamento. É exac...
E os fiéis em palhaços de circo... Pobre senhora.
Está a ser uma excelente leitura. Aguado o outro. ...
arquivos
Tags

aborto(1)

arquitectura(7)

bento xvi em portugal(19)

filosofia(23)

fsspx - roma(29)

geral(80)

história(69)

liturgia(165)

maçonaria(36)

monarquia(68)

música(13)

planeta dos macacos(44)

política(307)

religião(468)

todas as tags

blogs SAPO
RSS